Arquivo da tag: Síntese

Convergindo

Créditos ShedroffAntecipando uma continua reflexão sobre o significado do ano que se encerra, destaco a importância de conquistas pessoais obtidas mediante muita luta, profundo estudo e aprendizado, muitas horas de dedicação, e somado a esses esforços, a ajuda e o apoio de parceiros e amigos.

E antes que este post fique meloso – já antecipo o meu agradecimento. Isso porque é incrivel como a Internet nos aproxima e nos torna – em alguns aspectos – mais humanos.

Há uma força natural na WEB que permite, debaixo de boas intenções e na perspectiva da colaboração, um esforço conjunto. Algumas pessoas chamam isso de convergência.

Há também uma atração entre pares – que compartilham interesses. Essa confluência, alguns chamam de convergência

E há um amplo crescimento de ferramentas, aplicativos e plataformas, que apesar de não estar encaixada e empacotada num todo único, elas se juntam em direção ao centro. E isso também podemos chamar de convergência.

É por causa da convergência que estou me concentrando nesse espaço. Tem a ver com melhorar a minha vida, obter maior produtividade e quem sabe melhor influenciar o mundo que me cerca – de maneira humilde, sensata e serena.

– – – – –

Ilustração – créditos Nathan Shedroff

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Desafios para 2010

Com o ano chegando ao seu último mês, é mais do que o momento certo de se projetar o futuro e construir como será o nosso amanhã. Todo o planejamento pressupõe decisões e escolhas. Ao colocar em ação o que se imaginou e se deseja – mesmo que seja em poucos passos – o planejamento se torna prático e vivo. Daí que antecipo neste espaço o que será 2010 em termos de centralizar e simplificar a minha presença on line, principalmente com relação aos blogs.

O blog – como conceito – nasceu para ser uma espécie de diário aberto para o público e com uma interface para o diálogo. Com os tags, é possível ampliar os temas e assuntos – ajudando os leitores a identificar os textos de seu interesse e ao mesmo tempo dar um pouco de ordem no caos.

A minha cabeça – como de qualquer sonhador que ser arvora como agente da mudança – é por natureza uma zona total. E com facilidade caio na armadilha de transpor para os que me acompanham esse barulho todo. Na ansia de colocar ao outro o que mexe com minha alma, invariavelmente corro o risco de tropeçar na minha própria caminhada. Pouco adianta querer preparar com muita antecedência. Seria frio e pouco verdadeiro.

As coisas estão acontecendo numa velocidade tal, que para não perder a essência do presente, melhor mesmo ser espontâneo e fluído. Não sei se estou a inventar um termo ou se é para isso mesmo que ele serve. Mas quero dizer que nada melhor do que você agir conforme aquilo que você tem fluência. É um pouco como acontece com o físico e os músculos. Uma vez aquecidos, parece que os movimentos acontecem de maneira fluída: natural, leve, belo e certeiro. E no melhor de tudo: verdadeiro!

Há muito que venho ensaiando pegar este touro pela unha. Ele representa a síntese de minhas dedicações e interesses. E ao mesmo tempo unifica a minha plataforma, meu alto falante, meu púlpito. Então, se você veio para cá direcionado pelas minhas outras loucuras, saiba que aqui teremos todos uma grande vantagem: a loucura será concentrada!

Por isso prometo mais daquilo que tenho abraçado como missão imediata de vida: Educação (tanto a escolar como a corporativa), Inovação (em todos os sentidos – mas principalmente o de se inventar e antecipar o amanhã), Futuro (o mercado, as empresas, a sociedade), Liderança (atuação e visão), Transformação (pessoal e de quem assim deseja), Ética e Valores (essencial para a construção de um mundo melhor). E é claro, mais deste que aqui escreve.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized